resident_evil_4_plataformas
PC Playstation Switch Xbox

Do GameCube ao Zeebo: Resident Evil 4 em diferentes plataformas

Hoje vamos falar de Resident Evil 4 e suas plataformas. Para muitas pessoas, este é um dos seus games preferidos. E certamente possui méritos para tanto, visto que é considerado um dos títulos mais populares já lançados na história dos videogames. Vamos falar também do Resident Evil 4 HD Project, e se você ainda não o conhece, com certeza vai gostar.

O jogo de survival horror da Capcom foi o responsável por reinventar o gênero que ele próprio ajudou a criar: o chamado survival horror. Isto mesclando uma jogabilidade de ação com elementos clássicos da série e algumas inovações importantes (como o foco em ação e o estilo de câmera).

Assim resultado foi um jogo que mudou o rumo da franquia e dos games como um todo.  Até hoje, Resident Evil 4 ainda é relançado para outras plataformas e uma referência em terror.

resident_evil_4_plataformas
Diferentes plataformas: Resident Evil 4

A própria Capcom absorveu o “feeling” característico do quarto game da franquia no novo Resident Evil: Village, colocando algumas mecânicas próprias de RE 4 no oitavo game.

Resident Evil 4 seria exclusivo de plataformas da Nintendo

O título estava previsto inicialmente para ser um título exclusivo do Game Cube. Mas Resident Evil 4 se tornou o título da franquia que contou com maior número de ports para diferentes plataformas.

A versão para o PS2 é a mais popular (que a maioria aqui jogou graças às famosas banquinhas de camelô). Mas apesar disto, o game contou com pelo menos sete versões para diferentes plataformas lançadas somente na sua época de lançamento. Isto sem contar as remasterizações em HD lançadas para os consoles mais recentes.

Foram tantas as plataformas que até mesmo o obscuro Zeebo, único console brasileiro lançado até hoje, teve sua própria versão de RE 4.

Confira abaixo todas as versões de Resident Evil 4 e suas características.

Resident Evil 4: Plataformas

Resident Evil 4 no Game Cube

A versão padrão de Resident Evil 4 permaneceu exclusiva da plataforma da Nintendo por cerca de um ano. Esse aspecto foi motivo de polêmica entre os fãs. Afinal de contas, a expectativa era que uma sequência tão aguardada fosse lançada para mais consoles, com o objetivo de atingir um público mais amplo.  

A Capcom havia firmado uma parceria de exclusividade com a Nintendo que previa a produção de cinco games. Assim, além de RE 4, seriam lançados somente para o Game Cube os games P.N.03, Killer 7, Dead Phoenix (cancelado) e Viewtiful Joe. A estratégia era impulsionar as vendas do console através desses jogos exclusivos.     

O próprio diretor do game, Shinji Mikami, afirmou na época que “cortaria a própria cabeça” caso Resident Evil 4 fosse lançado para outras plataformas.  No entanto, nem ele pôde segurar a pressão e o acordo foi rompido, dando a exclusividade para o game apenas por um período determinado.

A versão original de Game Cube continua sendo a que apresenta um dos melhores desempenhos, tanto em gráficos como fluidez de uma forma geral.

RE 4 no Playstation 2

A versão de Resident Evil 4 para o Playstation 2, da Sony, teve que sofrer algumas reduções gráficas, mas que não comprometeram o resultado final.  A resolução dos cenários, itens e inimigos foi reduzida. Além disso, as cenas dessa plataforma são pré-renderizadas e também tiveram uma redução na definição.

Mas para compensar a queda na performance, foram adicionados vários extras. Entre eles está o modo Separate Ways, que consiste em uma gameplay nova na perspectiva da personagem, além de roupas e itens novos.

Veja também: Re: Verse adiado, DLC Resident Evil 8: Village e outros destaques

PC

Curiosamente, a versão inicial para PC, publicada pela Ubisoft, recebeu muitas críticas negativas antes mesmo de seu lançamento.

Ao invés de ter sido baseado na versão do Game Cube, o game é um port da versão de PS2. Ou seja, não inclui efeitos de iluminação, além baixa definição de inimigos e cenários. Além disso, o game não trouxe suporte ao mouse, opção que parecia óbvia para se controlar a mira e a movimentação de Leon.

A Capcom lançou a versão Ultimate HD Edition em 2014, resolvendo esses problemas.

resident_evil_4_para_android
Diferentes plataformas: Resident Evil 4 no PC

Os mínimos requisitos Resident Evil 4 Ultimate HD Edition são bem tranquilos, confira:

  • SO: Windows XP/ Vista®, Windows 7, Windows 8
  • Processador: Intel® CoreTM2 Duo 2.4 Ghz ou melhor, AMD AthlonTM X2 2.8 Ghz ou melhor
  • Memória: 2 GB de RAM
  • Placa de vídeo: NVIDIA® GeForce® 8800GTS ou melhor, ATI RadeonTM HD 4850 ou melhor
  • DirectX: Versão 9.0c
  • Armazenamento: 15 GB de espaço disponível
  • Placa de som: Dispositivo de áudio padrão

Resident Evil 4 HD Project

Antes de continuar com as próximas plataformas, vamos falar do Resident Evil 4 HD Project. A “Ultimate HD Edition” (disponibilizada pela Capcom na Steam) apresenta alguns problemas de gráfico e polimento. Foi aí que modders se incomodaram com a situação e até hoje trabalham no game para apresentar uma solução para a comunidade.

Esse é o RE 4 HD Project, um projeto que visa melhorar o gráfico e a jogabilidade do último RE 4 disponibilizado pela Capcom. Você pode baixar o Resident Evil 4 HD Project no site oficial.

Nintendo Wii

Nessa plataforma, o grande atrativo é a combinação wiimote + nunchuk do console da Nintendo. Os gráficos são próximos da versão de RE4 para PS2 e a mira laser das armas foi retirada. Além disso os jogadores utilizam agora o controle do Wii apontado para a tela, orientando-se por um mira, assim como a faca, que agora é ativada ao balançar o joystick.

Essa versão conta com um formato digital para o Wii U lançado em 2015.

Resident Evil 4 para Android e iOS?

Sim, por incrível que pareça, RE 4 também recebeu uma versão para aparelhos celulares. Só que infelizmente apenas para iOS, portanto no momento não existe um Resident Evil 4 para Android oficial.

Obviamente, a versão para Iphone e Ipod touch sofreu uma severa redução dos gráficos e de elementos de jogabilidade. Mas se considerarmos a limitação do hardware, até que se saiu bem.

requisitos_resident_evil_4_plataformas
Diferentes plataformas: Resident Evil 4 Mobile para Android e iOS?

Nessa plataforma, a estrutura do gameplay foi dividida em 12 capítulos que retratam diversos episódios do game, incluindo batalhas contra chefes. As fases são ligadas por meio de cutscenes, imagens estáticas de vídeos do jogo com textos que contam a história.

RE 4 no Zeebo

Essa versão lançada para a plataforma Zeebo é, de longe, a mais incomum dentre todas as plataformas que foram mencionadas. Disponível na época somente em formato digital (algo bem inovador para o período, diga-se de passagem), só pode ser jogada por quem baixou o game e o manteve na sua biblioteca do console após a loja do Zeebo ser descontinuada.

A versão para o console brasileiro é um port dos celulares. Mas, por algum motivo misterioso, o jogo traz Ganados azuis (!) e conta com quase nenhum sangue. Além disso, o game não possui cutscenes e quase não traz efeitos sonoros.

resident_evil_4_hd_project
Diferentes plataformas: Resident Evil 4 no Zeebo

Porém, é possível dizer que o jogo tenta ser fiel à trama de Leon na Europa, incluindo o resgate de Ashley e o combate contra inimigos clássicos como o Garrador e El Gigante, por exemplo.

Veja também: Far Cry 6 terá Vaas? Vilão de Far Cry 3 pode voltar

Resident Evil 4 HD em várias plataformas: Ps3, Xbox 360, PS4 e Xbox One

Essa versão saiu para Playstation 3 e Xbox 360 em 2011, como parte da comemoração pelos 15 anos da série. O jogo traz boas melhoras gráficas e alguns efeitos de contraste, luz e sombra, além de Trophies e Achievements, porém sofreu críticas pelo fato de não ter algumas cenas remasterizadas.

Eaí, curte demais o Resident Evil 4 também? Já jogou em quantas plataformas? Deixa seu comentário e sua avaliação abaixo!

0 0 votos
Gostou?
Notifique-me
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários